[ editar artigo]

A sustentação durante o período de retomada

A sustentação durante o período de retomada

Com o avanço do programa de vacinação, penso que o cenário econômico muda, gradativamente, para um nível melhor de confiança de investidores, consumidores e, principalmente, da população de uma forma geral. No curto prazo, vejo um aumento do consumo de produtos e serviços, o que faz com que as decisões empresariais sejam focadas no alinhamento e ajustes dos meios e recursos de produção.

No longo prazo, a perspectiva é de retomada em níveis pré-pandemia, com um crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) e poder econômico, o que coloca o Brasil em uma boa posição para investimentos. Isso exigirá uma estratégia de reconstrução de negócios que ficaram estagnados e que irão receber um crescimento de demanda, ou seja, a decisão deverá ser com foco na reconstrução, para que a empresa possa estar preparada para esta retomada.

A preocupação principal será de ter um governo que esteja alinhado tanto no curto e longo prazo com políticas econômicas e fiscais de sustentação desse período de retomada.

Governança & Nova Economia
Ler conteúdo completo
Indicados para você