[ editar artigo]

7 princípios para um sistema financeiro inclusivo

7 princípios para um sistema financeiro inclusivo

Se por um lado a pandemia da Covid-19 acelerou as tecnologias e serviços digitais - incluindo os financeiros -, por outro, também criou um abismo ainda maior para muitos. Isso porque o acesso irregular à internet e a falta de ferramentas ficaram ainda mais evidentes para uma parcela da sociedade.

Enquanto a internet atua como porta de entrada para muitos, cerca de 770 milhões de pessoas no mundo não têm acesso à eletricidade e mais de 3,5 bilhões continuam sem acesso à internet. Ainda assim, a tecnologia continua sendo a ferramenta com maior potencial de reduzir a lacuna inclusiva entre os serviços digitais financeiros e a população.

Desta forma, medidas que visem incentivar a inclusão financeira, assim como a colaboração entre entidades públicas e privadas, como formuladores de políticas, reguladores, serviços financeiros tradicionais, empresas fintech, empresas privadas, provedores de tecnologia e instituições, são fundamentais. 

Para abordar o assunto, preparamos um Gonew Map com sete princípios para um sistema financeiro inclusivo, desenvolvido com base em uma publicação do World Economic Forum. Entre as medidas apontadas estão a formação de um sistema integrado, a expansão do acesso digital, a regulação e a confiabilidade. Confira:

Governança & Nova Economia
Ler conteúdo completo
Indicados para você